23 abril 2007

"Se terminou é porque acabou"


Sete meses depois... E ainda isso?!
Dizem que quem canta seus males espanta, então...


Já não sei se te quero
Acho que não quero
Me cansei de namorar
Essa história de uma só
"Fulana", tenha dó
Eu quero mais é variar!
Fica com esse nhém-nhém-nhém
nhém-nhém-nhém-nhém
nhém-nhém-nhém-nhém
nhém-nhém
Na minha orelha
Não chateia!
EU JÁ NÃO AGÜENTO MAIS
Quero fazer o que me der na telha...
"Fulana", vê se não me pentelha!
Pára com essa história chata
Que coisa mais chata
Eu não quero me casar!
Só porque eu fui legal
E etc. e tal
Não quer dizer que eu vou encarar
Fica comprando enxoval
Pede um fogão de Natal
Diz que eu me visto mal
Que eu sou um cara chulé
Que mulher!
EU JÁ NÃO AGÜENTO MAIS
Quero fazer aquilo que eu quiser
“Fulana”, LARGA DO MEU PÉ!
(imagem "capt[ur]ada" do blog CloudBerries)

18 abril 2007

A um Samurai que conheço


Kissssssssssssssssss!

("Samurai Spirit" by Artgerm Store)

13 abril 2007

Para uma sexta-feira 13 braba!


Meu caro amigo me perdoe, por favor
Se eu não lhe faço uma visita
Mas como agora apareceu um portador
Mando notícias nessa fita
Aqui na terra 'tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n' roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol
Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta
Muita mutreta pra levar a situação
Que a gente vai levando de teimoso e de pirraça
E a gente vai tomando, que também, sem a cachaça
Ninguém segura esse rojão
Meu caro amigo eu não pretendo provocar
Nem atiçar suas saudades
Mas acontece que não posso me furtar
A lhe contar as novidades
Aqui na terra 'tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n' roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol
Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta
É pirueta pra cavar o ganha-pão
Que a gente vai cavando só de birra, só de sarro
E a gente vai fumando que, também, sem um cigarro
Ninguém segura esse rojão
Meu caro amigo eu quis até telefonar
Mas a tarifa não tem graça
Eu ando aflito pra fazer você ficar
A par de tudo que se passa
Aqui na terra 'tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n' roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol
Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta
Muita careta pra engolir a transação
E a gente tá engolindo cada sapo no caminho
E a gente vai se amando que, também, sem um carinho
Ninguém segura esse rojão
Meu caro amigo eu bem queria lhe escrever
Mas o correio andou arisco
Se permitem, vou tentar lhe remeter
Notícias frescas nesse disco
Aqui na terra 'tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro e rock'n' roll
Uns dias chove, noutros dias bate sol
Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta
A Marieta manda um beijo para os seus
Um beijo na família, na Cecília e nas crianças
O Francis aproveita pra também mandar lembranças
A todo pessoal
Adeus
("Meu caro amigo" -- Chico Buarque: Meus Caros Amigos / f
oto: Cigarette by Germ)

12 abril 2007

PratiCidade


Pride!


E a data já está marcada: 10 de junho!
Bom... já sabem onde me encontrar nesse dia, né?
(hehehehehe)

Orgulho


Saiu hoje no jornal AGORA São Paulo (que comprei só pra poder postar a notícia):


PREFEITURA VETA EVANGÉLICOS E LIBERA GAYS NA PAULISTA


Um termo assinado entre o Ministério Público Estadual e a gestão Gilberto Kassab (DEM) prevê que haja apenas três grandes eventos por ano na avenida Paulista. A escolha ficou a cargo da prefeitura, que elegeu a Corrida de São Silvestre, o Réveillon e a Parada do Orgulho GLBT. Ficaram de fora a Marcha para Jesus e a comemoração do Dia do Trabalho da CUT (Central Única dos Trabalhadores).

(...)

Os critérios de seleção da prefeitura levaram em conta fatores como tradição e necessidade ou não de montagem de palco, como é o caso da Marcha para Jesus e do 1o. de Maio da CUT.

(...)

Quanto à escolha da Parada Gay, ele [Caio Luiz de Carvalho, presidente da São Paulo Turismo] afirma que é um evento que 'projeta uma cidade moderna', 'nasceu na Paulista', tem mais de dez anos de tradição e não precisa de montagem de palco. O evento é o maior do mundo do gênero e atraiu 2,5 milhões no ano passado.


Well... considerando que as declarações a favor do evento venham do presidente da São Paulo Turismo, tudo se justifica -- os três eventos atraem público de fora da cidade, o que injeta dinheiro no setor de turismo e hotelaria.

Ainda segundo o jornal "a CUT aceitou substituir a avenida para fazer a festa no parque da Independência, no Ipiranga (zona sul de SP)", MAS "a Igreja Renascer em Cristo, que organiza a Marcha, diz que 'lutará' para que o evento continue na Paulista".


Sem precisar nem querer adentrar no coração da questão (até porque política, religião e futebol não se discutem), só tenho algo a dizer:


SE JOGAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!

03 abril 2007

ElastiCidade